TPQB - Perguntas Frequentes

O Mestrado acadêmico possui duas entradas anuais (março e setembro), cujos processos seletivos são abertos normalmente em Setembro do ano anterior e Junho do mesmo ano, respectivamente.; MP; DSc
#A inscrição é feita online através do site tpqb.eq.ufrj.br, onde o candidato preenche os dados de seu curriculum vitae em um formulário online. O prazo para entrega da documentação comprobatória dos dados declarados online é estipulado pelo calendário letivo vigente.MSc; MP; DSc
#Podem concorrer às vagas de Mestrado, candidatos formados em cursos de graduação de Engenharia Química, Engenharia de Bioprocessos, Engenharia de Alimentos, Química Industrial ou áreas afins. Podem concorrer às vagas de Doutorado, candidatos formados em cursos de Mestrado (Acadêmico ou Profissional) em áreas afins às áreas temáticas oferecidas do TPQB.#MSc; MP; DSc
#No ato da entrega da documentação, são aceitas declarações de colação de grau emitidas pela coordenação do curso de graduação de origem. O prazo para entrega do diploma de graduação/mestrado é definido pela TPQB e a não comprovação dentro do prazo estipulado elimina automaticamente o candidato, independente de ele ter sido considerado previamente apto.#MSc; MP
#Candidatos ao Mestrado com integralização de mais de 90% do curso podem se inscrever no processo seletivo, sendo aceitas declarações de condição acadêmica emitidas pela coordenação do curso de graduação de origem. O prazo para entrega do diploma de graduação/mestrado é definido pela TPQB e a não comprovação dentro do prazo estipulado elimina automaticamente o candidato, independente de ele ter sido considerado previamente apto.#MSc; MP


#O CRA é uma nota calculada a partir dos créditos obtidos pelo aluno em função de suas respectivas notas ao longo do seu curso de Graduação/Mestrado de origem e é apresentado, normalmente, ao final do histórico escolar. O TPQB considera os CRAs (Coeficiente de Rendimento Acumulado) do aluno conforme os valores máximo padrão definidos pela UFRJ (CRA de Graduação: 0,0 a 10,0; CRA de Mestrado: 0,0 a 3,0). #MSc; MP; DSc; IG; IM
#Alguns cursos de graduação atribuem ao CRA uma nota máxima diferente de 10,0. Neste caso, o CRA do candidato obtido a partir do seu curso de origem deve ser recalculado para atender à faixa de 0 a 10.#MSc; MP; DSc; IG
#Alguns cursos de mestrado atribuem ao CRA uma nota máxima diferente de 3,0. Neste caso, o CRA do candidato obtido a partir do seu curso de origem deve ser recalculado para atender à faixa de 0 a 10.#DSc; IM
#Alguns cursos atribuem ao CRA um conceito (Ex. A, B, C...). Neste caso, o candidato deve consultar o TPQB para obter informações do procedimento a adotar na hora de preencher o formulário de inscrição.#MSc; MP; DSc
#O NPC é calculado a partir do histórico do candidato, onde encontram-se relacionados todos os períodos letivos e as respectivas matérias cursadas em cada um.#MSc; MP; DSc; IG
#Históricos Escolares mais antigos não apresentavam o cálculo do CRA. Se o seu CRA não aparece no histórico, você deve recalculá-lo a partir da seguinte fórmula: ? ( (Nota da disciplina)* (Número de Créditos da disciplina) )/ (Número Total de Créditos cursados ao final do curso).#MSc; MP; DSc; IG; IM
#Não. Conforme determinação do colegiado interno do TPQB, estágios não são considerados atividades profissionais e não são contabilizados como Experiência Profissional.#MSc; MP; DSc; EP
#Não. Conforme determinação do colegiado interno do TPQB, dados declarados no formulário online que não venham a ser comprovados na etapa de Entrega de Documentação não são considerados#MSc; MP; DSc
#Não. Conforme determinação do colegiado interno do TPQB, resumos ou trabalhos completos apresentados em Jornadas de Iniciação Científica internas não são contabilizados no indicador TP. No entanto, estes documentos servem para comprovar 12 meses de atividades de Iniciação Científica por jornada anual no indicador EP.#MSc; MP; DSc; TP
#Não. Conforme determinação do colegiado interno do TPQB, a comissão de seleção vai conferir apenas os dados preenchidos no formulário online. O sistema não permite adicionar informações após o término das inscrições.#MSc; MP; DSc

Seleção
#Durante a inscrição, o candidato deve preencher os dados solicitados no formulário de inscrição que são utilizados para o cálculo dos indicadores de afinidade, estipulados pelo TPQB: IG (Índice de Graduação); IM (Índice de Mestrado, apenas para candidatos ao DSc.); TP (Trabalhos Publicados); EP (Experiência Profissional). Cada um destes índices satura em 10.#MSc; MP; DSc
#A nota de corte para eliminação de candidatos é definida a cada processo seletivo por uma comissão, em função do número de candidatos inscritos e do número de vagas abertas na chamada do Edital.#MSc; MP; DSc
#O indicador IG (Índice de Graduação) é calculado com base no CRA (Coeficiente de Rendimento Acumulado) obtido ao final do curso de graduação do candidato, no ENADE do curso (obtido através da base de dados do MEC), na relação NPC/NPT (relação entre o Número de Períodos Cursados e o Número de Períodos Letivos Teóricos do curso), além de um Fator de Afinidade do curso de origem com os cursos oferecidos pelo TPQB (f). A correlação para cálculo do IG, que satura em 10, e os valores do Fator f são definidos em reuniões internas do colegiado do TPQB e são apresentados no Edital.#MSc; MP; DSc
#O indicador IM (Índice de Mestrado) é utilizado apenas para candidatos ao DSc e é calculado com base no CRA (Coeficiente de Rendimento Acumulado) obtido ao final do curso de mestrado do candidato, no Conceito CAPES do curso (obtido através da base de dados da CAPES), no Número de Períodos Cursados, além de um Fator de Afinidade do curso de origem com os cursos oferecidos pelo TPQB (f). A correlação para cálculo do IM , que satura em 10, e os valores do Fator fm são definidos em reuniões internas do colegiado do TPQB e são apresentados no Edital.#MSc; MP; DSc
#O indicador TP (Trabalhos Publicados) é calculado com base no número de publicações, trabalhos e resumos apresentados em congresso do candidato. São considerados: publicações em revistas com conceito Qualis A1, A2, B1, B2, B3, B4, B5 e revistas sem conceito Qualis; Patentes concedidas e Livros publicados; Capítulos de livro; Trabalhos completos e Resumos apresentados em congresso nacional ou internacional. Os respectivos pesos ponderados utilizados no cálculo final de TP, que satura em 10, determinam a prioridade de cada trabalho para o curso TPQB, são definidos em reuniões internas do colegiado e são apresentados no Edital.#MSc; MP; DSc
#O indicador EP (Experiência Profissional) é calculado com base no número de meses em que o candidato exerceu atividades profissionais em relação ao número de meses desde a entrada do candidato no seu curso de graduação de origem até a data da inscrição no processo seletivo do TPQB. Neste indicador são consideradas as atividades profissionais do candidato exercidas durante a graduação (Iniciação Científica; Monitoria; Atividades técnicas de Nível Médio) e após a graduação (Atividades em Institutos de Pesquisa; Experiência em Docência em Nivel Médio ou Superior; Consultorias em Empresas; Atividades técnicas de Nível Superior). Neste indicador, são considerados ainda os Cursos Lato Sensu cursados pelo candidato em áreas afins, com número de horas superior a 360 horas. A correlação para cálculo do EP, que satura em 10, é definida em reuniões internas do colegiado do TPQB e são apresentados no Edital.#MSc; MP; DSc#
Comments